Eletrosul promove campanha pelo fim da violência contra as mulheres

Eletrosul promove campanha pelo fim da violência contra as mulheres

O Comitê de Gênero, Raça e Diversidade da Eletrosul está desenvolvendo uma série de atividades para chamar a atenção para as múltiplas violências, opressões e assédios, físicos e psicológicos que as mulheres sofrem. Uma programação especial alusiva à campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, voltada para o público interno e convidados, acontece até 4 de dezembro.

Na próxima segunda-feira, às 13h30, no edifício-sede da empresa, está prevista a exibição do documentário “Arpilleras: atingidas por barragens bordando a resistência”, que conta a história de luta de mulheres nas cinco regiões do País.

Ainda dentro da programação especial, foram promovidos treinamentos em Florianópolis e São José voltados para as relações de gênero e equidade. A série de atividades da Eletrosul contou também com uma roda de conversa com Maryanne Mattos, secretária municipal de Segurança Pública, comandante da Guarda Municipal de Florianópolis e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

E ainda em parceria com a ONG Inspiring Girls, mais de 60 meninas com idades entre 10 e 15 anos, alunas de escolas públicas de Florianópolis, tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da trajetória profissional colaboradoras da Eletrosul. A atividade teve como objetivo inspirar as estudantes por meio da conexão com mulheres inseridas no mercado de trabalho.

No Dia Nacional da Consciência Negra (20/11), foi realizado um debate com especialistas sobre os avanços e retrocessos para a população negra. Essa iniciativa também foi contemplada na programação especial alusiva à campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” na Eletrosul.

Empoderamento Feminino

As ações relacionadas a questões de gênero estão contempladas nos Princípios de Empoderamento das Mulheres, estabelecido pelo Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Mulheres (Unifem) e Pacto Global das Organizações das Nações Unidas (ONU). Além disso, Igualdade de Gênero é a meta nº 5 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, causa abordada pelo Movimento ODS Nós Podemos SC. A Eletrosul é signatária dessas iniciativas.

 

Desde 2006, a Eletrosul instituiu o Comitê Permanente para as Questões de Gênero e Raça, incorporando em 2015 o tema Diversidade, com atenção especial para as questões de orientação sexual, buscando a ampliação de um ambiente de trabalho harmônico e respeitoso.

Em 2015, a empresa aderiu ao movimento ElesPorElas (HeForShe), coordenado pela ONU Mulheres, que objetiva o envolvimento do público masculino em ações para a transformação sociocultural pela igualdade de gênero.

A Eletrosul possui ainda o reconhecimento do Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça nas cinco edições finalizadas até 2015. Em 2016, a empresa assinou novo termo de compromisso para participar da sexta edição desse importante programa promovido pelo Governo Federal e coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a ONU Mulheres e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

About The Author

Comunicação