Engenheiras da Eletrosul inspiram alunas da rede pública de ensino

Engenheiras da Eletrosul inspiram alunas da rede pública de ensino

Cerca de 50 meninas com idade entre 12 e 15 anos, alunas de escola pública de Florianópolis, tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da trajetória profissional de três engenheiras da Eletrosul. A iniciativa tem como objetivo inspirar as estudantes por meio da conexão com mulheres inseridas no mercado de trabalho, motivando-as a seguir carreiras rotuladas como masculinas – neste caso, no setor de energia.

O encontro, que aconteceu nesta terça-feira (27/11), teve como base o estímulo e compartilhamento de experiências, e foi promovido pelo Comitê de Gênero, Raça e Diversidade da Eletrosul em parceria com a ONG Inspiring Girls. O evento faz parte das ações do Comitê alusivas aos 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres e integra a programação comemorativa dos 50 anos da empresa.

Estudantes da Escola Básica Municipal Intendente Aricomedes da Silva, do bairro Cachoeira do Bom Jesus, conheceram a estrutura da Sede da empresa, em Florianópolis. Na ocasião, assistiram às apresentações de três engenheiras da Eletrosul com formação nas áreas Elétrica, Química e Civil. A escola convidada recebeu transporte e café de boas-vindas.

De acordo com o Girls’ Attitudes Survey 2017, aos seis anos, as crianças já começam a escolher profissões baseadas em gênero. Aos 13, muitas alternativas são descartadas com base em estereótipos. Na Eletrosul, somente 16% dos empregados são mulheres. Para que a empresa possa ter, no futuro, mais igualdade de gênero, é preciso estimular a autoestima e a aspiração profissional das meninas, colocando-as em contato com mulheres que sejam exemplos em diferentes áreas de atuação.

5 - Igualdade de Gênero
10 - Redução das Desigualdades

A Inspiring Girls, organização internacional sem fins lucrativos dedicada a elevar as aspirações das meninas e ampliar seus horizontes profissionais, esteve presente no evento. A iniciativa está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), números 5 e 10, que tratam sobre igualdade de gênero e redução das desigualdades.

Representatividade feminina

 

As ações relacionadas a questões de gênero estão inseridas nos Princípios de Empoderamento das Mulheres, estabelecidos pelo Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Mulheres (Unifem) e pelo Pacto Global da ONU, dos quais a Eletrosul é signatária.

Em 2006, a empresa instituiu o Comitê Permanente para as Questões de Gênero e Raça. O tema Diversidade foi inserido em 2015, com foco direcionado para as questões de orientação sexual, buscando a ampliação de um ambiente de trabalho harmônico e respeitoso. Atualmente, a Eletrosul também integra o Comitê Permanente para Questões de Gênero, Raça e Diversidade do Ministério de Minas e Energia e Entidades Vinculadas (Cogemmev).

No mesmo ano, a empresa aderiu ao movimento ElesPorElas (HeForShe), coordenado pela ONU Mulheres, com a finalidade de envolver o público masculino em ações para a transformação sociocultural pela igualdade de gênero. A Eletrosul possui, ainda, o reconhecimento do Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça das cinco edições finalizadas até 2015.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Eletrosul
(48)3231-7588 – imprensa@eletrosul.gov.br

About The Author

Regina May