Está formado o ODS Think Tank

Está formado o ODS Think Tank

O ODS Think Tank, um grupo de estudos, debates e pautas estratégicas foi formado nesta terça-feira (14), por especialistas, influenciadores e estudiosos, representando os setores público, privado, universidade e sociedade civil.

O encontro foi realizado nesta manhã no auditório da ENGIE Brasil Energia. O grupo contou com uma palestra do professor de administração pública da ESAG/UDESC Leonardo Secchi, o qual explicou a definição do conceito Think Tank:

“são organizações voltadas a dar cientificidade às políticas públicas. Tornam possível que políticas públicas sejam feitas com base em dados, em evidências, ao invés de interesses”, conta Secchi.

 

Como ponto de partida para o ODS Think Tank, a Federação Catarinense de Municípios – FECAM apresentou um diagnóstico Marco Zero dos Indicadores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Estado, trazendo uma série de indicadores que mostram como está o índice de desenvolvimento sustentável em SC, relacionado aos ODS.

“Todos os nossos municípios estão médio baixo ou médio no quesito desenvolvimento sustentável. Muitas ações ainda precisam ser feitas para alcançar um desenvolvimento sustentável alto”, avalia Alison Fiuza, Economista e Coordenador de Planejamento Estratégico da FECAM.

Confira aqui a apresentação.

Próximos passos

A partir de agora o grupo deve definir o planejamento de atuação para 2018. “Os próximos passos serão definir a estratégia de atuação do ODS Think Tank, entre elas analisar os indicadores apresentados pela FECAM e buscar outras fontes de indicadores”, explica explica Clarissa Iser, diretora da PROJETA Planejamento e Marketing e Coordenadora de Projetos e Recursos do Movimento ODS Nós Podemos SC.

Como vai funcionar

A proposta é que o grupo tenha encontros bimestrais com duração de duas horas, conduzidos por representantes da Coordenação Estadual do Movimento. O ponto de partida será a apresentação do diagnóstico dos ODS em Santa Catarina.

“O propósito é promover articulação e interlocução com públicos de interesse, apresentar proposições para melhorias nos indicadores, e encaminhar propostas de ação para as partes interessadas, a exemplo do poder público”, salienta Clarissa.

 

Conheça grupo ODS Think Tank:

Anderson Giovani da Silva – Secretário Executivo da Raps – Rede de Ação Política para a Sustentabilidade;

Otávio Nunes Neto – Coordenador do Bairro da Juventude;

Regina May de Farias – Apoio à gestão do Movimento;

Corinne Giely-Eloi – Coordenadora Geral Nós Podemos Grande Florianópolis;

Andreia Amorim – Diretora da Prosperitate Consultoria e Coordenadora de Mobilização do Movimento;

Norton Flores Boppré – Diretor de Desenvolvimento Regional na Secretaria de Estado do Planejamento;

Adelita Adiers – Coordenadora Geral;

Luciane Pinheiro Pedro – Responsabilidade Social Corporativa na Engie;

Mariane Maier Nunes – Gerente Executiva do ICOM;

Graziela Dias Alperstedt –  Coordenadora do Observatório de Inovação Social de Florianópolis  (OSBIF);

Clarissa Iser – Diretora da PROJETA Planejamento e Marketing e Coordenadora de Projetos e Recursos do Movimento ODS Nós Podemos SC;

 Luessa de Simas Santos – Gouvêa dos Reis Advogados – Conselheira Fiscal do Movimento ODS Nós Podemos SC.

 

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

1) Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

2) Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e a melhoria da nutrição, e promover a agricultura sustentável.

3) Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades

4) Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

5) Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

6) Assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água, e saneamento para todos.

7) Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e com preço acessível à energia para todos.

8) Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo, e o trabalho decente para todos.

9) Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação.

10) Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

11) Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

12) Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

13) Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e os seus impactos.

14) Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

15) Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, e deter a perda de biodiversidade.

16) Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos, e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

17) Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

O Movimento ODS Nós Podemos Santa Catarina

O Movimento Nacional ODS Nós Podemos Santa Catarina é um movimento social constituído por voluntários, com a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade catarinense, visando cumprir com os compromissos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, aprovada pelos países membros da ONU durante sua 70ª Assembleia Geral realizada em setembro de 2015, em Nova York.

Tem por missão facilitar a incorporação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na prática das pessoas e organizações em Santa Catarina. Busca a construção de uma sociedade melhor, socialmente inclusiva, ambientalmente sustentável e economicamente equilibrada.

 

Fotos e texto: Carine Bergmann

About The Author

Comunicação