Prêmio ODS Brasil será entregue esta semana.

Prêmio ODS Brasil será entregue esta semana.

Está chegando ao fim o longo caminho de avaliação das 1038 práticas que concorreram à 1ª Edição do Prêmio ODS Brasil.

São 39 práticas finalistas concorrendo ao prêmio máximo da Agenda 2030 brasileira, divididas em 4 categorias. Serão selecionadas 3 práticas em cada uma delas.

Já estamos comemorando e torcendo muito. Entre as finalistas, três são práticas catarinenses, duas na categoria Organizações Com Fins Lucrativos: o projeto Centros de Cultura e Sustentabilidade, da ENGIE Brasil Energia S.A. e o projeto Alto Uruguai I, da Eletrosul Centrais Elétricas S.A.; e uma na categoria Organizações Sem Fins Lucrativos: Projeto Lontra, do Instituto Ekko Brasil.

As três são organizações signatárias do Movimento ODS SC.

O Prêmio ODS Brasil tem por objetivo incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que contribuam para o alcance dos objetivos e metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, no território brasileiro. O Prêmio contribuirá também para a formação de um “banco de práticas” que servirá de referência na implementação e disseminação da Agenda 2030 no país.

O Prêmio ODS Brasil em sua 1ª edição é uma realização da Secretaria Nacional de Articulação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República e tem apoio institucional do PNUD, do Instituto A Gente Transforma e do Escritório Rosenbaum.

Centro de Cultura e Sustentabilidade – ENGIE

Projeto Lontra – Instituto Ekko Brasil

About The Author

Regina May